Os cabo-verdianos em São Tomé

Hoje, o Presidente da Plataforma nas ONG de Cabo Verde, veio colocar juntar a sua voz no sentido de se encontrar uma solução para os milhares de cabo-verdianos residentes em São Tomé e Príncipe e que vivem na mais absoluta pobreza. Em 2001, tive a oportunidade de conhecer de perto esta situação dramática e, por isso, sei perfeitamente do que é que está em causa. No entanto, o que mais aflige é a ausência de solução para esse problema que é do conhecimento dos Governos de Cabo Verde, São Tomé e Portugal. Muitos dos cabo-verdianos que vivem em São Tomé, trabalharam nas roças no tempo colonial. Sem querer entrar em pormenores, para mim a solução passa por atribuir um subsídio mensal ( reforma) a esses trabalhadores com a envolvência financeira dos três países que tiveram a responsabilidade de forma directa na exploração das roças ( Cabo Verde, São Tomé e Portugal).
Claro que a situação dos cabo-verdianos no arquipélago do equador é reflexo dos problema sociais e económicos do país e atinge de forma transversal toda a popualção. De qualquer modo, parece-me que a pobreza atinge de forma muito mais dura a comunidade cabo-verdiana em São Tomé.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cabo Verde, um percurso de esperança

Slow Ferry e o enguiço do Estado

Fine coliving in the Azores