Coisas de um outro planeta?


Confesso que tenho muita dificuldade em perceber a decisão do Procurador Geral da República em considerar legal o cartaz afixado pelos estúpidos do PNR. O procurador deveria ler com mais atenção o nº 2 do artigo 13 e nº do artº 26 da constituição portuguesa. Vale a pena, no entanto, ler o texto do Tiago no blog da PERCIP
No entanto, a atitude do PNR é compreensível, pois constitui uma lógica primária de desviar a atenção, numa altura em um tipo de extrema direita foi condenado a quatro ano de prisão pelos crimes discriminação racial, coacção agravada, detenção de arma ilegal, ameaça, dano e ofensa à integridade física qualificada.
Uma decisão histórica e exemplar que só dignifica a sociedade portuguesa.

Comentários

Anónimo disse…
Pois..., deve ser algum preconceito não já racial, mas constitucional que tolda a visão ao Gab. do sr. PGR e a ele próprio...

Força e bons posts
Polis fixe my street

Mensagens populares deste blogue

Cabo Verde, um percurso de esperança

Slow Ferry e o enguiço do Estado

A lei dos mais fortes...Conhecem um tal Abreu Freire?